Can’t be covered with makeup

De uns tempos para cá, comecei a prestar atenção em relacionamentos. Ver de fora tem a vantagem de que você não conhece a história, então só encara os fatos. Vou ser sincera e dizer que raramente me meto em relacionamentos dos outros por um motivo bem simples: depois a louca serei eu.

Acontece que sempre achamos a grama do vizinho mais verde. Tudo é tão charmoso em Revolutionary Road. E não é bem assim. Sabemos como esse filme termina.

Aí estou com essa ficção em mãos. Uma pessoa tratada com nada de respeito. Tem teto e comida (meio racionada, pois ela é gorda). E está apaixonada por outra pessoa. Mas não consegue sair do relacionamento e viver a vida.

Antigamente, eu diria para pensar nos filhos, na casa, no raio que o parta. Hoje só consigo pensar nisso aqui:

April Wheeler: Look at us. We’re just like everyone else. We’ve bought into the same, ridiculous delusion.

Porque é isso, temos sempre algo que nos prende nesse estado enevoado de coisas. Enquanto um mundo inteiro acontece lá fora.

Anúncios

Autor: veronyx

"I am not a smile." - SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s